E A C O E L H O

UM PRETENSO POETA

Textos

INCOMPREENSÃO



Tento sempre compreender,
Insisto, persisto, procurando a compreensão,
Da saga pela busca da convivência harmônica,
E só tenho encontrado insana briga pela mesmice.

A mesma disputa pelo direito,
Normalmente trilhando tortos caminhos.

A mesma supremacia do forte sobre o fraco,
Fazendo de ambos seres insatisfeitos, infelizes;
Um pela submissão, pelas restrições, pelas dores,
Outro pela poder sempre incompleto,
Pela ânsia e ganância ácidas, que corrói as conquistas.

Direita, que é humanamente torta
Esquerda que é desarmônica por si,


Triste saga que perpetua enquanto caminhamos,
Buscando o cume das desavenças e eterna disputa,
Onde todos perdem, o tempo se consome,
O habitat se esvai,
E ninguém chega onde quer, nunca.

Definitivamente não compreendo a luta vã.
A briga pela corda que apertará o próprio pescoço,
Armados com os banquinhos que serão chutados pela inconsciência.


 
EACoelho
Enviado por EACoelho em 10/01/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras