E A C O E L H O

UM PRETENSO POETA

Textos

BÊBADO DE TI



Sou servo do teu encanto,
Sirvo encantado a tua graça,
Dispo-me de tudo, até de mim,
Enquanto canto em prosa,
Os versos que te componho, todo dia.

Entorpecido estou, sou,
Embebedado fico, permaneço,
E assim quero ficar todo tempo,
Simplesmente vivendo por ti, em ti,
Nesse estar cálido, morno, vicioso,
A mercê desse teu quase feitiço.

Sou prisioneiro desta tua teia, e gosto,
Tua pele me prende, enreda,
Teu cheiro me atrai, e prende,
Teu riso me impele, domina,
Tudo por mérito deste teu fascínio,
Que convence meus olhos e todos os sentidos.

Sou sim bêbado de ti,
Preso na voluntariedade de te amar assim,
De corpo, alma, sentidos e vontades, todas.


 
EACoelho
Enviado por EACoelho em 19/09/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras